Ericka Almeida a campeã peso-palha do Jungle Fight

 

Categoria é inaugurada na organização com bela vitória da paulista na edição de número 73, que comemorou 11 anos de história do evento.

 
Por 
 

A edição especial de 11 anos de Jungle Fight, realizada neste sábado, no ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, coroou uma nova campeã na organização. Ericka Almeida venceu Maiara Alves com um mata-leão no segundo round e se tornou a primeira campeã peso-palha (até 52kg) da história do evento. Ela foi superior a sua adversária no primeiro round e sacramentou o triunfo mostrando jiu-jítsu afiado. Das oito lutas do Jungle Fight 73, apenas uma foi para a decisão dos juízes.

- Significa muito pra mim esse título. Foi a maior honra que existe inaugurar essa categoria no Jungle Fight, no evento de aniversário. O treinamento foi muito duro. Eu soube da luta com menos de um mês e treinei muito - afirmou Ericka.

 

 

A luta

Maiara começou conseguindo uma rápida queda em Ericka, que mostrou uma guarda agressiva, tentando escalar para atacar no triângulo. Maiara tentou fazer postura, mas não conseguia fugir da guarda da rival, que a neutralizou até o árbitro pedir para as duas se levantarem. Ericka foi direto para o clinche, mas sem ser efetiva, e o árbitro as separou novamente. O cenário se repetiu com clinche rápido, mas desta vez Maiara derrubou logo. Ericka inverteu a posição e ficou por cima. O árbitro central Alessandro Souza sequer deu tempo da lutadora desenvolver seu jogo de solo e mandou elas ficarem de pé. Ericka voltou a aplicar uma queda, mas Maiara atacou na chave de braço, e o árbitro voltou a separar as lutadores de forma polêmica. Ericka passou a buscar o combate em pé e conectou alguns golpes sem muita contundência antes do fim do round.

Ericka iniciou o segundo round com um bom direto de direita. Pouco depois, ela conectou um gancho de esquerda, partiu para a queda e pegou as costas, colocando os ganchos e batendo na cabeça para tentar um mata-leão. Maiara tentou se livrar com uma cambalhota, mas seguiu com a rival nas suas costas. Ericka chegou a encaixar o mata-leão, mas Maiara se livrou na primeira vez. Porém, Ericka insistiu, abriu o caminho e, na segunda, não teve jeito. Maiara bateu em desistência, Ericka ficou com o título peso-palha do Jungle Fight.

 

 

Jungle Fight 73 - Edição especial 11 anos
Sábado, 6 de setembro de 2014
Ginásio do Ibirapuera, São Paulo-SP
CARD DO EVENTO
Ericka Almeida venceu Maiara Alves por finalização ao 1m56s do R2
José Diaz "Suavecito" venceu Renê Soldado por finalização aos 4m58s do R1
Douglas Bertazini venceu Fernando Di Pierro por nocaute técnico ao 1m32s do R1
Martin Ottaviano "La Maquina" venceu Charles Leite por finalização aos 1m18s do R1
Matheus Mattos "venceu Allan Miguel por nocaute técnico aos 2m02s do R2
Valdines Silva venceu Allan "Popeye" por finalização aos 3m05s do R1
Paulinho Capoeira venceu Diego Paiva por decisão unânime (29-28, 30-26 e 29-27)
Bruno Lopi venceu Gregory "Robocop" Rodrigues por nocaute técnico ao 1m05s do R1.

 

Ericka Almeida finaliza e conquista cinturão peso palha no aniversário de 11 anos do Jungle Fight

Ericka Almeida conquista cinturão peso palha nos 11 anos do Jungle Fight
 
 
O Jungle Fight 73, realizado neste sábado, no ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, mostrou o porquê do evento estar completando 11 anos de muito sucesso. Foram oito lutas emocionantes, com muita técnica e agressividade. A cereja do bolo ficou por conta de Ericka Almeida, que finalizou Maiara Alves com um mata-leão e sagrou-se a primeira campeã da categoria peso palha (52 kg) feminino da organização.

O combate foi muito disputado, principalmente na luta agarrada. Com uma excelente base de judô, Maiara Alves chegou a dar uma bela queda em Ericka Almeida no primeiro round, mas não conseguiu desenvolver seu jogo. Ericka Almeida, conhecida pelo seu jiu-jitsu, também tentava desenvolver seu jogo a todo instante, até conseguir, no segundo round, encaixar um mata-leão, que lhe rendeu o título. 

"Estou muito honrada por poder inaugurar o cinturão da categoria no Jungle Fight. Minha vitória foi fruto de muito trabalho duro e, claro, do apoio da minha equipe, dos meus treinadores e de meus amigos", agradeceu a grande campeã.

Gringos finalizam e duelos agitados empolgam o público

O mexicano José "Suavecito" segue fazendo suas vítimas no Jungle Fight. Agora foi a vez do duro René Soldado, que apagou após uma eficaz guilhotina aplicada por "Suavecito", em uma luta toda desenvolvida no solo, com ambos mostrando um altíssimo nível técnico. Com a nova vitória na organização, o mexicano ganhou o direito de disputar o cinturão dos meio-médios, que pertence a Elizeu Capoeira. 

Douglas "El Loco" levantou o público presente ao nocautear o brasileiro naturalizado equatoriano Fernando Soluço. Com pouco mais de um minuto de luta, ele aplicou uma sequência de socos, que derrubou o oponente a ponto do árbitro encerrar a peleja.

Argentino, Martin "La Maquina" calou o ginásio do Ibirapuera. Oriundo do jiu-jitsu, ele encaixou um leg-lock no brasileiro Charles Leites, que até tentou resistir, mas acabou sucumbindo à pressão da posição e bateu, para a euforia do "hermano".

Matheus "Adamas" começou o combate contra Allan Miguel a mil por hora, com socos e chutes potentes. Mas seu adversário vendeu caro a derrota. Foram necessários, pelo menos, quatro knockdowns para o pupilo de Rodrigo Minotauro, que estava em seu corner, definir o combate e dar sequência a seu cartel invicto. 

Valdines Silva deixou uma boa impressão em sua estreia no MMA. Logo no início de sua luta contra Allan "Popey", ele ficou acuado na grade recebendo uma chuva de socos. Duro, ele resistiu, e na primeira oportunidade que teve, levou o combate para o chão, onde pode apresentar a sua principal arma: o jiu-jitsu. Com técnica, ele montou, esperou o adversário dar as costas e encaixou um justo mata-leão, inapelável.

Paulinho Capoeira e Diego Paiva proporcionaram três rounds de muita agressividade e técnica. Desde o primeiro minuto de luta os dois mostraram seus arsenais de golpes. Do lado de Capoeira, destaque para sua série golpes limpos que entraram em cheio em Diego Paiva, que, guerreiro, se destacou pela incrível absorção de golpes, mostrando um queixo muito duro. No final, vitória de Capoeira por decisão unânime.

Bruno Lopi e Gregory "Robocop" abriram com chave de ouro o evento. Com menos de um minuto de luta, um knockdown para cada lado. O duelo foi decidido logo em seguida, quando Lopi acertou um soco em cheio em "Robocop", que desta vez não conseguiu absorver, e acabou nocauteado. 

Confira abaixo os resultados completos do evento:

Jungle Fight 73
Ginásio do Ibirapuera, São Paulo
Sábado, 06 de setembro de 2014


Ericka Almeida finalizou Maiara Alves com um mata-leão a 1:56 do R2;

José "Suavecito" Diaz finalizou Rene Soldado com uma guilhotina aos 4:58 do R;

Douglas "El Loco" Bertazini venceu Fernando Soluço por nocaute técnico a 1:31 do R1;

Martin Ottaviano "La Maquina" finalizou Charles Leites com um leg-lock a 1:18 do R1;

Matheus "Adamas" Mattos venceu Allan Miguel por nocaute técnico aos 2:02 do R2;

Valdines Silva finalizou Allan "Popey" com um mata-leão aos 3:05 do R1;

Paulinho Oliveira "Capoeira" venceu Diego Paiva por decisão unânime;

Bruno Lopi venceu Gregory "Robocop"  Rodrigues por nocaute técnico aos 1:05 do R1.
 

Jungle Fight 73 edição especial 11 anos inaugura nova categoria feminina

 
 
Com excelentes lutas o evento Jungle Fight 73 edição 11 anos foi protagonista da estréia do cinturão peso-palha feminino.
 
A atleta Ericka Almeida venceu por finalização Maiara alves e conquistou o cinturão da categoria peso-palha criada no evento de 11 anos do Jungle Fight. O evento também contou com outras ótimas lutas.
 
Os destaques internacionais do evento foram as lutas internacionais, onde o mexicano José Dias venceu o brasileiro Rene Soldado; O brasileiro Douglas Bertazini El Loco venceu o equatoriano Fernando Di Pierro; e Martin Ottaviano La Maquina venceu o brasileiro Charles Leite.]
 
Outros destaques foram da vitória de Matheus Mathos sobre Allan Miguel por nocaute técnico no segundo round; Valdines Silva que venceu Allan Popey com um Mata-leão ainda no primeiro round; Paulinho capoeira venceu por decisão unânime Diego Paiva e Bruno Lopi que venceu o gigante Gregory Robocop.
 
Confira abaixo o card completo do evento.
 
Maiara Alves X Ericka Almeida - Vitória de Ericka Almeida (Campeã da Categoria Peso-Palha)
 
Gregory "Robocop" x Bruno Lopi - Vitória de Bruno Lopi 
 
Paulinho "Capoeira" X Diego Paiva - Vitória de Paulinho "Capoeira"
 
Valdines Silva X Allan "Popey" - Vitória de Valdines Silva
 
Matheus "Adamas" X Allan Miguel - Vitória de Matheus "Adamas"
 
Martin Ottaviano "La Máquina" x Charles Leite - Vitória do Argentino  Martin "La Maquina"
 
Fernando Di Pierro X Douglas Bertazini "El Loco" - Vitória do Brasileiro Douglas Bertazini
 
Rene Soldado X José Diaz - Vitória do Mexicano José Dias
 
 
 
 
 
 

Pesagem do Jungle Fight 73 tem encarada tensa entre Maiara Manajás e Ericka Alves

 
Edição comemorativa aos 11 anos do maior evento de MMA da América Latina acontece neste sábado, 6, no Ginásio do Ibirapuera, com disputa inédita do cinturão peso-palha feminino
 
Nesta sexta-feira foi realizada a pesagem para o Jungle Fight 73, marcado para este sábado (6), no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo. Maiara Amanajás e Ericka Almeida, que disputam o inédito cinturão peso-palha (até 52kg), não tiveram problemas com a balança e pesaram 51,2kg e 52kg, respectivamente. 
 
Apenas dois atletas não conseguiram ficar dentro do limite da categoria: Diego Paiva (58kg) e Matheus Mattos (62kg), que ultrapassaram 1kg e como punição começarão a luta com um ponto a menos. A dupla também perde 20% da bolsa. O presidente do evento, Wallid Ismail, não escondeu a sua indignação com o fato.
 
"Por mim, nenhum dos dois lutaria, tem que ter responsabilidade, disciplina é a base do esporte. Se o cara não respeita o peso, não merece lutar. Isso é o que eu acho, mas já que eles ficaram apenas 1kg acima e o adversário aceitou lutar, vamos ter luta", afirma Wallid.  
 
Nas encaradas, quem roubou a cena foi o peso-meio-médio Rene Soldado, que arrancou aplausos da plateia ao subir com uma bandeira do Brasil. O paulista enfrenta o mexicano José Diaz "Suavecito", em um duelo que deve apontar o próximo desafiante ao cinturão da categoria. 
 
Um dos momentos mais tensos foi protagonizado pelo potiguar Allan Miguel, que cerrou o punho no queixo do carioca Matheus Mattos, que, apesar disso, manteve a habitual calma. Maiara e Ericka também ameaçaram uma encarada mais quente, porém, foram rapidamente contidas por Wallid. 
 
A edição de número 73 do Jungle Fight marca o aniversário de 11 anos da organização. O evento será transmitido, ao vivo, para todo o Brasil através dos canais SporTV e Combate, e para o restante do mundo pela ESPN Deportes, a partir das 21h (horário de Brasília). Confira abaixo o serviço completo do evento:
 
Jungle Fight 73 - Edição especial 11 anos
Local: Ginásio do Ibirapuera, São Paulo-SP
Data: Sábado, 06 de setembro de 2014
Horário: 21h (horário de Brasília)
Transmissão: SporTV e Combate para todo o Brasil / outros países: ESPN Deportes

Card completo:
 
Maiara Alves (Nocaute Team) x Ericka Almeida (Herman Gutierrez) - Cin?turão Feminino - Até 52kg
 
Rene "Soldado" Pessoa (Power Lotus Team) x José Diaz "Suavecito" (Cleber Jiu Jitsu) - até 77kg
 
Fernando Di Pierro (Alliance/Equador) x Douglas Bertazini "El loco" (Miguel Repanas) - até 84kg
 
Martin Ottaviano "La Maquina" (Sukata Academy/Argentina) X Charles Leite (Demian Maia Jiu Jitsu) - 93kg
 
Matheus Mattos "Adamas" (Team Nogueira) x Allan Miguel (Fight Club BFC) - até 61kg
 
Valdines Silva (Pitbul Brothers) x Allan "Popey"(Ryan Gracie/Polemico) - até 66kg;
 
Paulo Oliveira "Capoeira" (Orion Fight) x Diego Paiva (Miguel Repanas) - até 57kg
 
Gregory " Robocop " Rodrigues ( XGym )  x Bruno Lopi (011 Team) - até 84 kg 
 

Matheus Mattos busca oitava vitória na carreira no Jungle Fight 73

Revelação do Team Nogueira, o peso-galo (61kg) Matheus Mattos retorna aos cages neste sábado (6).
 
O jovem, de 22 anos, está escalado para o card do Jungle Fight 73, que acontece no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo (SP). Após estrear com uma vitória convincente na organização, - derrotou por nocaute técnico Jefferson Oliveira no primeiro round durante a edição 64 do torneio, disputada em janeiro, na cidade de Campos dos Goytacazes (RJ) - o lutador enfrenta o potiguar Allan Miguel com o objetivo de firmar-se de vez dentro do evento e brigar pelas melhores posições de sua divisão. 

Com sete vitórias e um empate em sua trajetória como profissional, Matheus quer agarrar a oportunidade da melhor maneira e garante estar 100% fisicamente para o duelo. Respeitoso, o carioca faz questão de elogiar as características do oponente, mas se diz bem treinado para conseguir sua oitava vitória na carreira.

"Estou muito focado, tive uma lesão que me impossibilitou de lutar em outra oportunidade, mas tive tempo para me recuperar e estou "zerado". Posso dizer que estou mais treinando do que nunca e pronto para o desafio, até porque sei que irei enfrentar um adversário completo. Treinei tudo e mais um pouco para essa luta e acho que vai ser um ótimo show. Vou estar preparado tanto no chão quanto em pé", disse.

Além de contar com a ajuda de técnicos e atletas de primeiro nível, o lutador recebeu importantes dicas de Jonas Bilharinho, amigo de longa data e detentor do cinturão dos galos (61kg) do Jungle Fight. Bilharinho já enfrentou Allan Miguel, em abril de 2013, e saiu vencedor por nocaute técnico no segundo round na edição 51 do torneio. 

"Treinei bastante com o Jonas antes dele se lesionar, então pude pegar alguns segredos com ele. Vou pegar essas dicas e aplicar bem durante o combate. Vou estar atento aos pontos fortes dele para não ser surpreendido. Estou me concentrando muito nessa luta, pois sei que ela pode me dar uma alavancada muito boa no Jungle Fight e, quem sabe, me projetar para eventos internacionais"

Desde os 15 anos no Team Nogueira, Matheus Mattos é considerado uma das maiores revelações da equipe e conta com o importante apoio de Rodrigo Minotauro para seguir progredindo profissionalmente. Para ele, contar com o ilustre apoio serve de inspiração e motivação para continuar 

"Cheguei aqui no Team Nogueira em 2007 por indicação do meu primeiro professor de jiu-jitsu. Logo nos primeiros meses, fui muito bem direcionado pelos professores que aqui estavam e, aos poucos, passei a me destacar no muay thai. Com 18 anos, fiz minha primeira luta de MMA amador e logo depois migrei para o profissional. Desde muito cedo eu convivo com grandes nomes do esporte e isso foi fundamental para minha evolução como atleta. Esse carinho do Minotauro por mim sempre foi muito importante e ele está me ajudando em todos os aspectos. Ele está no meu dia a dia como um grande amigo e isso me dá força e muita motivação. Me sinto muito honrado por tê-lo como companheiro de treinamentos e amigo", concluiu.
 
(Fonte: http://oglobo.globo.com/blogs/mma/posts/2014/09/03/matheus-mattos-busca-oitava-vitoria-na-carreira-no-jungle-fight-73-548252.asp)

Jungle Fight 73 Card completo:


Maiara Alves (Nocaute Team) x Ericka Almeida (Herman Gutierrez) - Cinturão Feminino - Até 52kg

Rene "Soldado" Pessoa (Power Lotus Team) x José Diaz "Suavecito" (Cleber Jiu Jitsu) - até 77kg

Fernando Di Pierro (Alliance/Equador) x Douglas Bertazini "El loco" (Miguel Repanas) - até 84kg

Martin Ottaviano "La Maquina" (Sukata Academy/Argentina) X Charles Leite (Demian Maia Jiu Jitsu) - 93kg

Matheu Mattos "Adamas" (Team Nogueira) x Allan Miguel (Fight Club BFC) - até 61kg

Valdines Silva (Pitbul Brothers) x Allan "Popey"(Ryan Gracie/Polemico) - até 66kg;

Paulo Oliveira "Capoeira" (Orion Fight) x Diego Paiva (Miguel Repanas) - até 57kg

Gregory " Robocop " Rodrigues ( XGym ) x Bruno Lopi (011 Team) - até 84 kg
 

Maiara Alves e Ericka Almeida esbanjam confiança antes de luta no Jungle Fight 73

Invictas, Maiara Alves e Ericka Almeida esbanjam confiança para conquistar título inédito do Jungle Fight
 
Lutadoras fazem a luta principal do Jungle Fight 73, marcado para este sábado (6), no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo. Evento marca o aniversário de 11 anos da maior organização de MMA da América Latina
 
 
O Jungle Fight 73, marcado para este sábado (6), em São Paulo, marcará a disputa inédita da recém-inaugurada categoria peso-palha (até 52kg) feminina, entre a amapaense Maiara Alves e a paulista Ericka Almeida. As lutadoras farão o duelo principal da noite, que contará com outros sete combates, entre eles, o do norte-americano José Diaz "Suavecito" e o brasileiro Rene Soldado. 
 
Aos 25 anos, Ericka Almeida possui um cartel invicto de cinco vitórias, a maioria conquistada através da sua especialidade, o jiu-jitsu. O excelente retrospecto fez com que a paulista de Sorocaba assinasse com o Invicta FC, no ano passado, porém, a demora para estrear no evento fez com que ela aceitasse a proposta para lutar no Jungle Fight. 
 
"Ainda tenho contrato com o Invicta, mas até agora não me chamaram para fazer parte do card. E todo lutador precisa se manter em atividade, até para não desmotivar. Por isso, quero lutar. Assinei contrato com o Jungle, vou lutar e pegar esse cinturão pra mim. Tenho treinado muito forte, melhorando o meu jogo em pé e estou pronta para qualquer coisa", garante Ericka. 
 
Assim como a adversária, Maiara também está invicta com cinco vitórias. A lutadora, que nasceu na cidade de Macapá, sonha em ser a primeira representante do estado amapaense a conquistar um título desta importância no MMA nacional. Para isso, ela aposta na trocação. 
 
"Minhas expectativas são as melhores possíveis. Tenho treinado muito, meu boxe está super afiado. Sei que é uma oportunidade que não posso deixar passar, vamos para São Paulo para fazer história. Serei a primeira mulher do estado a disputar um título e vou fazer de tudo para sair com essa vitória", afirma Maiara.  
 
 
Saiba onde conseguir ingressos gratuitamente

As entradas para o Jungle Fight 73 podem ser adquiridas gratuitamente na loja Ortobom, localizada na Rua João Cachoeira, 695 /697, Jardim Paulista, em São Paulo. O número de contato do estabelecimento é (11) 3078-7081. 
 
O Jungle Fight 73 será transmitido para todo o Brasil através dos canais SporTV e Combate, e para o restante do mundo pela ESPN Deportes, a partir das 21h (horário de Brasília). Confira abaixo o serviço completo do evento:
 
 
Jungle Fight 73 - Edição especial 11 anos
Local: Ginásio do Ibirapuera, São Paulo-SP
Data: Sábado, 06 de setembro de 2014
Horário: 21h (horário de Brasília)
Transmissão: SporTV e Combate para todo o Brasil / outros países: ESPN Deportes
 
Card completo:
 
Maiara Alves (Nocaute Team) x Ericka Almeida (Herman Gutierrez) - Cin?turão Feminino - Até 52kg
 
Rene "Soldado" Pessoa (Power Lotus Team) x José Diaz "Suavecito" (Cleber Jiu Jitsu) - até 77kg
 
Fernando Di Pierro (Alliance/Equador) x Douglas Bertazini "El loco" (Miguel Repanas) - até 84kg
 
Martin Ottaviano "La Maquina" (Sukata Academy/Argentina) X Charles Leite (Demian Maia Jiu Jitsu) - 93kg
 
Matheus Mattos "Adamas" (Team Nogueira) x Allan Miguel (Fight Club BFC) - até 61kg
 
Valdines Silva (Pitbul Brothers) x Allan "Popey"(Ryan Gracie/Polemico) - até 66kg;
 
Paulo Oliveira "Capoeira" (Orion Fight) x Diego Paiva (Miguel Repanas) - até 57kg
 
Gregory " Robocop " Rodrigues ( XGym )  x Bruno Lopi (011 Team) - até 84 kg