Jungle Fight inaugura cinturão peso-palha feminino em edição especial

Invictas, Maiara Alves e Ericka Almeida disputam o cinturão da nova categoria no Jungle Fight 73, no ginásio do Ibirapuera, em São Paulo

Completando 11 anos de sucesso, o Jungle Fight anuncia mais uma novidade. Em sua edição de aniversário, marcada para o dia 6 de setembro, no ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, a organização estreia o cinturão peso-palha (52 kg) feminino. O título será disputado entre as invictas Maiara Alves e Ericka Almeida, que prometem um duelo bem interessante.

Amapaense de Macapá, Maiara Alves, de 27 anos, possui um cartel de três vitórias em três lutas, sendo duas por decisão e uma por finalização. Sua apresentação mais recente foi em maio deste ano, quando superou Bianca Bendo após três rounds de muita técnica. Do outro lado, a paulista de Sorocaba Ericka Almeida, de 25 anos, venceu todas as cinco lutas que disputou, todas no primeiro round, sendo quatro por finalização e uma por nocaute técnico.

Presidente do Jungle Fight, Wallid Ismail, um entusiasta do MMA feminino, comemorou a novidade, e fez questão de exaltar a garra e a determinação vista nos combates entre mulheres.

"As mulheres são muito guerreiras, lutam sempre para frente, fazem de tudo para a luta não ficar nas mãos dos juízes. Com o sucesso da categoria até 61 kg, eu não poderia deixar de dar chance às lutadoras mais leves, e é por isso, acreditando no potencial delas, que o Jungle Fight 73 vai entrar para a história com a inauguração deste novo cinturão".
 

Jungle Fight: 'Jacarezinho' sai do card e Davi 'Tata' desafia Bilharinho pelo cinturão dos pesos-galos

Fabiano "Jacarezinho" adoeceu e o médico determinou 14 dias de repouso, o que comprometeu a sua preparação para o importante combate 

A luta principal do Jungle Fight 73, marcado para o dia 6 de setembro, no ginásio do Ibirapuera, em são Paulo, sofreu uma alteração. Escalado para desafiar o campeão Jonas Bilharinho pelo cinturão dos pesos-galos (61 kg), Fabiano "Jacarezinho" adoeceu e foi impedido pelo médico de dar sequência aos treinamentos, comprometendo a sua preparação. Com isso, David Tatá, que vem de uma incrível sequência de quatro vitórias no evento, herda o posto de desafiante número um. 

Mineiro de Rio Pardo de Minas, David "Tatá" possui um cartel de sete vitórias e apenas um revés. Sua trajetória no Jungle Fight não começou muito bem. Em sua estreia na organização, na edição de numero 60, ele foi derrotado por Felipe Cruz via decisão unânime. Determinado, "Tatá" corrigiu os erros e, além de emplacar uma sequência de vitórias, ainda faturou o troféu Carlson Gracie, dado ao lutador mais empolgante de cada edição.
 
"Sou o tipo do atleta que o Wallid gosta, pois luto sempre para frente, para definir a luta, e não escolho data e nem adversário, ainda mais valendo cinturão. Estou em um momento bom, venho vencendo bem as minhas lutas, sempre contra adversários duros, o que é comum no Jungle Fight. Já comecei a minha preparação e podem ter certeza que vou dar tudo de mim lá em cima", garantiu o desafiante.

Assim como seu oponente, Jonas Bilharinho também vem de quatro vitórias na organização. A mais recente, em março deste ano, lhe rendeu o título dos pesos-galos em uma das lutas mais equilibradas do cenário nacional. Só que posteriormente a organização lançou um novo tipo de cinturão, com detalhes coloridos, e esse é o novo objetivo do lutador, que também comentou a necessidade de mudar o camp devido à mudança do adversário.

"Cada atleta tem um jogo próprio, e é isso que diferencia 'estar treinado' de 'estar em camp'. Sempre treino o mais específico possível para tentar antever tudo o que poderá acontecer no dia da luta. Minha última luta acabou nas mãos dos juízes, embora eu tenha feito de tudo para terminar antes. E esse é meu pensamento de sempre: definir a luta lá dentro. Só que às vezes não dá. Mas estou focado e minha intenção é me manter campeão do Jungle, ganhar um cinturão novo daquele e me aproximar cada vez mais de um contrato com o UFC", avisou o campeão.

Além da disputa de cinturão entre os pesos-galos, a edição de aniversário de 11 anos do Jungle Fight também vai contar, em seu co-main event, com a primeira disputa de cinturão peso-palha (52 kg) da organização. Invictas e com cinco vitórias, Maiara Alves e Ericka Almeida decidem qual entrará para a história do evento como a primeira campeã da categoria.

Confira abaixo o card completo do evento (sujeito a alterações):

Jungle Fight 72 - edição especial 11 anos

Ginásio do Ibirapuera, São Paulo-SP

Sábado, 06 de setembro de 2014

Horário: 21h (horário de Brasília)

Transmissão: Sportv e Canal Combate para todo o Brasil / outros países: ESPN Deportes


Jonas Bilharinho "Speed" (Team Nogueira) x David "Tatá" Silva (Colisão) - Cinturão Peso-Galo - até 61kg;

?Maiara Alves (Nocaute Team) x Ericka Almeida (Herman Gutierrez) - Cin?turão Feminino - Até 52kg;
 
Rene "Soldado" Pessoa (Power Lotus Team) x José Diaz "Suavecito" (Cleber Jiu Jitsu) - até 77kg;

?Fernando Di Pierro (Alliance/Equador) x Douglas Bertazini "El loco" (Miguel Repanas) - até 84kg;

Martin Ottaviano "La Maquina" (Sukata Academy/Argentina) X Charles Leite (Demian Maia Jiu Jitsu) - 93kg;
?
?Matheu Mattos "Adamas" (Team Nogueira) x Allan Miguel (Fight Club BFC) - até 61kg;

Valdines Silva (Pitbul Brothers) x Allan "Popey"(Ryan Gracie/Polemico) - até 66kg;?

Paulo Oliveira "Capoeira" (Orion Fight) x Diego Paiva (Miguel Repanas) - até 57kg;??

Gregory " Robocop " Rodrigues ( XGym )  x Bruno Lopi (011 Team) 84 kg ;
       
Roberto Silva (Equipe Família Furacão) x Diogo "Pink" (Xgym) - até 61kg.
 

Bilharinho coloca cinturão dos galos em jogo contra Jacarezinho no aniversário de 11 anos do Jungle Fight

 
Bilharinho coloca cinturão dos galos em jogo contra Jacarezinho no aniversário de 11 anos do Jungle Fight
 
Maior evento de MMA da América Latina retorna a São Paulo no dia 6 de setembro, no ginásio do Ibirapuera
 
A próxima edição do Jungle Fight será no dia 6 de setembro, no ginásio do Ibirapuera, em São Paulo. A luta principal será entre o campeão dos pesos-galos (até 61kg) Jonas Bilharinho e o experiente Fabiano Jacarezinho. Essa será a primeira vez que Bilharinho colocará o cinturão em jogo. O atleta do Team Nogueira conquistou o título em março,  após vencer Mário Israel, por decisão dividida, no Jungle Fight 67, realizado em Foz do Iguaçu.
 
"Vai ser um lutão com toda certeza. O Jonas (Bilharinho) é um jovem muito talentoso, que está invicto e conquistou o cinturão com muita raça. Do outro lado temos o Jacarezinho que é um lutador novo mas muito experiente. Vai ser uma guerra total dentro da Arena Jungle", afirma Wallid Ismail, ex-atleta e presidente do Jungle Fight.
 
Aos 24 anos, Bilharinho é considerado uma das principais revelações do Brasil. O lutador está invicto na carreira - com cinco vitórias e um empate - e pode assinar com o UFC em breve. Já Jacarezinho é dois anos mais velho que o rival, porém, amplamente mais experiente. O atleta da XGym possui 30 lutas na carreira, sendo 23 vitórias.
 
Outro duelo de destaque do Jungle Fight 73 será entre o argentino Edgardo Leandro Monney e o mexicano Jose "Suavecito" Diaz, pela categoria peso-meio-médio (até 77kg). Ambos estão invictos e poderão se tornar o próximo desafiante do cinturão da categoria, em caso de vitória. 
 
Na mesma noite, a promessa do Team Nogueira Matheus Mattos encara Allan Miguel, na terceira luta principal. O jovem, de apenas 22 anos, está invicto com sete vitórias e um empate, enquanto seu adversário possui um cartel de 10 vitórias e três derrotas. O evento também contará com três lutas entre lutadores de comunidades de São Paulo, um pedido do secretário de Esportes Celso Jatene e do deputado Campos Machado.  
 
Jungle Fight 73
6 de setembro de 2014, no Ginásio Mauro Pinheiro, em São Paulo (SP)
 
CARD DO EVENTO:
 

Jonas Bilharinho x Fabiano Jacarezinho - cinturão peso-galo

Mariana Alves x Ericka Almeida - Cinturão Fem - Até 52kg

Edgardo Leandro Monney (Argentina) x Jose "Suavecito" Diaz (México) - até 77kg

Fernando di Pierro (Equador) x  Douglas Bertazini - até 84 kg

Martin "La Maquina" Ottaviano (Argentina) x  Alexandre Zaneti - até 93 kg

Matheus Mattos x Allan Miguel - até 61kg

Valdines Silva x Allan 'Popey'- até 66kg

Paulo Oliveira 'Capoeira' x Diego Paiva - até 57kg

 

JungleFC # 72 - Fotos do evento

 
 
 
 
 
 
 
 
 

William 'Gigante' vence Fabio Bondesan e mantém cinturão dos pesos-pesados no Jungle Comunidade

Além da defesa de cinturão do atleta da X-Gym, evento também foi destacado por lutas emocionantes e dinâmicas, com quatro nocautes e três finalizações
William "Ginate" Baldutti venceu Fabio Bondesan por nocaute técnico aos 2:16 do R2;
O Jungle Comunidade, realizado na noite deste sábado, em São Paulo, pode ter surpreendido muita gente. Isso porque, embora tenha sido um evento com nomes ainda não consagrados, teve um nível técnico altíssimo, refletido nas formas em que os combates foram definidos: quatro por nocautes e três por finalizações. Na luta principal, William "Gigante" manteve o cinturão dos pesos-pesados ao vencer Fabio Bondesan por nocaute técnico no segundo round.

Oito meses após conquistar o cinturão dos pesos-pesados do Jungle Fight (até 120 kg), William "Gigante" entrou na arena Jungle para a sua primeira defesa. O desafiante, Fabio Bondesan, entrou ostentando um invicto cartel de 6 vitórias. Mas na hora que a luta começou, o que prevaleceu foi a força de William "Gigante", que abriu vantagem na luta ao usar o seu conhecido e perigoso jogo de clinch. 16 quilos mais leve, Bondesan investiu em tentativas de quedas, mas acabou caindo por baixo duas vezes. No primeiro round ele ainda foi salvo pelo gongo. Mas no segundo, já muito cansado, não resistiu ao ground and pound do campeão, que só parou de bater quando o árbitro, Alessandro Souza, interrompeu o duelo.

Vitória e lance acidental marcam participação mexicana

Dois mexicanos lutaram no card deste Jungle. O primeiro a pisar na arena foi Gilberto "El Azteca" Aguilar, que levou a vitória para o seu país ao finalizar José Ricardo "Rato" com um arm-lock ainda no primeiro round. Já seu compatriota, Fabian Quintanar, não teve a mesma "sorte". Ele até começou bem o combate contra Lucas Jesus, mas um acidental dedo no olho do mexicano fez com que a luta fosse interrompida ainda no primeiro round. Os médicos subiram no cage, avaliaram a lesão e não deixaram Quintanar voltar para a luta, que ficou sem resultado.
 
Adrian finaliza "Formiga"

Danilo Adrian foi derrubado por Caio "Formiga" no primeiro minuto de luta. Mas o que parecia ser uma vantagem para "Formiga", se transformou em oportunidade para Adrian. Oriundo do jiu-jitsu, ele não deixou escapar a brecha, e logo encaixou um arm-lock no adversário, que até tentou resistir, mas não conseguiu.

Irmãos Ottoni começam bem na organização 

A família Ottoni fez a festa no Jungle Comunidade. Irmãos, Israel Ottoni e Quemuel Ottoni deram um show e venceram bem seus adversários. Enquanto o 
peso pena (66 kg), Israel, superou Rony Silva com um indefensável arm-lock, o peso médio (84kg), Quemuel, usou as mãos para mandar Rony Silva à lona e definir o combate com um potente ground and pound.

Evento começou empolgando

Os primeiros rounds da luta entre Leandro Rodrigues e Diogo Felipe Santos foram bastante dinâmicos. Como Diogo Felipe ficou 2 kg acima do peso da categoria na pesagem oficial, ele já entrou na luta com 2 pontos a menos. Devido a essa desvantagem, ele partiu com tudo para reverter a situação. Frio, Leandro resistiu às investidas do adversário, tanto em pé quanto no chão. No terceiro round, Douglas Felipe acusou muito o gás, e acabou nocauteado por Leandro, que não desperdiçou a chance que teve.

Na luta que abriu o Jungle Comunidade, Carlos Alberto Silva nocauteou Douglas Candido com um direto certeiro, que pegou em cheio. Antes do golpe fatal entrar, os dois faziam um duelo bastante equilibrado.

Confira abaixo os resultados completos:

Jungle Fight 72

Ginásio Pelezão, Lapa, São Paulo

09 de agosto de 2014


William "Ginate" Baldutti venceu Fabio Bondesan por nocaute técnico aos 2:16 do R2;

Fabian Quintanar x Lucas Jesus terminou em no-contest (sem resultado) aos 3:53 do R1;

Gilberto "El Azteca" finalizou José Ricardo "Rato" com um arm-lock aos 3:06 do R1;

Danilo Adrian finalizou Caio "Formiga" com um arm-lock a 1:18 do R1;

Quemuel Ottoni venceu Jésus da Rocha por nocaute técnico a 1:14 do R1;

Israel Ottoni finalizou Rony Siva com um arm-lock aos 2:04 do R2;

Leandro Rodrigues venceu Diogo Felipe dos Santos por nocaute técnico a 0:33 do R3; 

Carlos Alberto Silva nocauteou Douglas Candido aos 2:53 do R1
 

Gigante fica com 16kg a mais que rival em pesagem para o Jungle Comunidade SP

Pesos-pesados se enfrentam neste sábado, 9, na luta principal do evento, marcado para o Ginásio Pelezão, em São Paulo
A pesagem do Jungle Comunidade - São Paulo foi realizada, nesta sexta-feira, no hotel Caesar Business, localizado na Zona Sul da cidade. O campeão dos pesos-pesados (120kg) William Gigante não teve problemas para ficar dentro do limite e pesou 117kg, enquanto o desafiante Fábio Bondesan, invicto com seis vitórias, alcançou a marca de 101 kg. O duelo será o principal do evento, que acontece neste sábado, 9, a partir das 21h, no ginásio Pelezão. 
 
O desafiante esbanjou confiança para o duelo e garantiu que levará o cinturão para casa. "Esse cinturão vai para o Sul. Não estou aqui de bobeira. Sei que não vai ser fácil, mas vou colocar o Gigante para baixo e levar esse título", afirma Bondesan. 

Leia mais...